Vitória Regia – Tudo sobre a planta, Cultivo, Lenda folclore e 20 Fotos

A Vitória Regia é uma das maiores planta aquáticas do mundo, da família Nymphaeceae essa planta é típica da região do Amazonas

A planta é composta por uma folha circular bem grande com dobras nas bordas, lembrando até uma bandeja rasa.

O que é uma Vitória Regia? Qual o significado?

A Vitória Regia é uma planta aquática típica da região do Amazonas, é conhecida pelos índios tupi pelo nome de Irupé. O nome Vitória Regia foi dado pelo inglês John Lindley, em homenagem a rainha Vitória do Reino Unido do século XIX, O inglês John participou de uma excursão na Amazônia e levou sementes da planta para o jardim do palácio da rainha.

Vitória Regia

Flor

A planta possuí uma flor na cor branca, lilás, roxa, rosa e até amarela, a floração ocorre no período entre março até julho e sua flor só se abre a noite liberando um perfume adocicado. A flor pode chegar a medir 30cm de diâmetro sendo a maior da América.

Vitória Regia

Folha

A planta possuí uma folha na cor verde escuro bem grande (cerca de 2,5 metros de diâmetros) no formato circular com suas bordas levantadas na altura de 10cm, a folha fica na superfície da água e suporta até 40kg sem afundar (se o peso for bem distribuído sobre ela). a superfície da folha apresenta uma rede de canais para o escoamento da água auxiliando na sua capacidade de flutuar até mesmo em chuvas fortes.

Vitória Regia

 

 

Raiz

A raiz é um tubérculo parecido com a mandioca, a rizoma da planta (caule) é rico em amido e sais minerais e são usados como alimentos pelo índios, Os índios também extrai um suco da raiz da planta para usar como tintura negra para os cabelos.

Vitória Regia

Como cultivar a Vitória Regia?

O cultivo da planta deve ser feito em sol pleno, a planta não suporta o frio (temperatura do ambiente abaixo de 15ºC), a água deve ter um temperatura em media dos 29 a 32ºC. A planta é exclusivamente aquática e deve ser plantada em um lago ou tanque com mais de mais de 90cm de profundidade, uma leve adubação já é o suficiente para o desenvolvimento.

Vitória Regia

Ela se multiplica por sementes ou pela divisão do rizoma (caule), para o paisagismo existem certos adubos e hormônios que possibilitam o controle do tamanho da planta, facilitando o cultivo em lagos pequenos.

Vitória Regia lenda folclore

Os índios Brasileiros contam contam uma lenda folclore sobre a origem da Vitória Regia:

Segundo a lenda, uma indiazinha chamada Naiá se apaixonou pela lua Jaci (Uma Deusa para os índios), a jovem índia sonhava com o encontro dela com a lua Jaci (que levava para si as moças de sua preferência e as transformava em estrelas), Naiá vagava a noite pelas montanhas mas sem nunca alcança-la, até que um dia Naiá parou próximo de uma lago para descansar, quando ela olhou para a água viu em sua superfície a imagem da sua bela amada Deusa Jaci (o reflexo da lua), cega pela seu sonho a índia Naiá se jogou no lago e acabou se afogando. A lua com dó do sacrifício da jovem índia, transformou-a em uma estrela diferente, uma “estrela das águas” única e perfeita, surgindo assim a planta Vitória Regia.

Vitória Regia

Mais fotos da Vitória Regia

Veja mais fotos da planta Vitória Regia, fotos da planta em lagos, paisagismo urbano, na natureza e muito mais, uma foto mais bela que a outra dessa perfeita planta.

Este artigo foi útil para você? espero que sim, avalei este artigo com as estrelas logo abaixo, compartilhe nas suas redes sociais e deixe um comentário sobre o que você achou dessa bela planta!





Deixe um comentário


inicio | Politica de privacidade | Contato