Epidendrum: características, tipos e cultivo passo a passo

A orquídea Epidendrum é um gênero diversificado de orquídeas com mais de mil espécies conhecidas. Elas são nativas de várias regiões tropicais e subtropicais da América do Sul, América Central, América do Norte e algumas ilhas do Caribe. Sendo assim, são plantas muito adaptáveis e podem ser encontradas em diferentes ambientes, como florestas úmidas, montanhas, campos abertos e até em áreas urbanas.

Características da orquídea Epidendrum

Uma das características marcantes do gênero Epidendrum é o caule alongado e rígido. Algumas espécies apresentam caules ramificados, enquanto outras têm caules eretos e não ramificados. O caule é capaz de armazenar água e nutrientes, o que ajuda a orquídea a resistir a períodos de seca.

As folhas das orquídeas Epidendrum podem variar muito em tamanho, forma e textura. Algumas espécies têm folhas finas e longas, enquanto outras têm folhas curtas e carnudas. As cores das folhas também podem variar de verde claro a verde escuro.

As flores das orquídeas Epidendrum são geralmente pequenas, com formatos e cores variadas. Elas podem ser simples ou mais complexas, com diferentes combinações de cores e padrões. As inflorescências podem ser terminais ou axilares, produzindo múltiplas flores em um mesmo caule.

Algumas espécies de Epidendrum podem apresentar um perfume suave e agradável, enquanto outras não possuem fragrância perceptível.

Epidendrum

Cultivo da orquídea Epidendrum

As orquídeas Epidendrum são relativamente fáceis de cultivar, sendo adequadas para iniciantes no cultivo de orquídeas. Seguem algumas dicas para o cultivo:

  1. Escolha do local: Escolha um local adequado para a planta, com boa iluminação indireta e ventilação. As Epidendrum preferem luz brilhante, mas evite a exposição direta ao sol intenso, pois isso pode queimar as folhas.
  2. Substrato: Utilize um substrato próprio para orquídeas, como casca de pinus, carvão vegetal e musgo sphagnum. Certifique-se de que o substrato forneça boa drenagem e aeração para as raízes.
  3. Plantio: Plante a muda de Epidendrum no substrato, garantindo que as raízes estejam bem posicionadas e cobertas pelo material. O caule da planta deve ficar acima do substrato, para evitar o apodrecimento.
  4. Rega: Regue a planta regularmente, mantendo o substrato levemente úmido. Evite encharcar o substrato, pois o acúmulo de água pode levar ao apodrecimento das raízes. Em geral, é recomendado regar a cada 7 a 10 dias, mas a frequência pode variar de acordo com as condições climáticas e o ambiente de cultivo.
  5. Umidade: As Epidendrum apreciam umidade relativa moderada, entre 50% e 70%. Use um umidificador ou coloque uma bandeja com pedras úmidas ao redor da planta para aumentar a umidade, especialmente em ambientes mais secos.
  6. Temperatura: Essas orquídeas preferem temperaturas moderadas, entre 18°C e 27°C durante o dia. À noite, a temperatura pode cair um pouco, mas evite grandes variações.
  7. Adubação: Durante o período de crescimento ativo, adube as Epidendrum com um fertilizante específico para orquídeas, seguindo as instruções do fabricante. Evite fertilizar em excesso para evitar danos às raízes.
  8. Poda: Remova as folhas e flores secas ou danificadas para manter a planta saudável e estimular o crescimento de novos brotos.
  9. Repotting: Repote a planta a cada dois ou três anos, ou quando o substrato estiver muito degradado. Escolha um vaso um pouco maior e certifique-se de que o novo substrato esteja bem acomodado ao redor das raízes.
  10. Proteção contra pragas e doenças: Monitore regularmente a planta em busca de sinais de pragas ou doenças. Caso identifique algum problema, trate-o imediatamente para evitar que se espalhe para outras plantas.
Confira:  Tipos de orquídeas - 50 espécies, nomes e fotos lindas

Essas são apenas algumas orientações gerais para o cultivo da orquídea Epidendrum. Lembre-se de que cada espécie pode ter necessidades específicas, portanto, observe a planta e ajuste os cuidados conforme necessário para garantir um crescimento saudável e uma bela floração. Com paciência e atenção aos detalhes, você poderá desfrutar do charme e da beleza dessa fascinante família de orquídeas.

Tipos de orquídeas da espécie Epidendrum

Essas são apenas algumas das muitas espécies de Epidendrum existentes. Cada uma delas possui características únicas e pode requerer diferentes cuidados no cultivo. Se você deseja cultivar alguma dessas espécies, é importante pesquisar sobre os cuidados específicos para cada uma delas, garantindo assim que elas cresçam saudáveis e produzam belas flores.

  1. Epidendrum radicans: Também conhecida como Epidendrum reedii, é uma espécie popularmente cultivada por sua facilidade de cultivo e belas flores. Possui caules finos e pendentes, com flores amarelas ou laranjas que se assemelham a pequenos lírios. É uma planta resistente e se adapta bem a diferentes condições de cultivo.
  2. Epidendrum ibaguense: É uma espécie nativa da América Central e América do Sul. Suas flores são pequenas, geralmente de cor rosa ou roxa, e crescem em uma inflorescência ereta. É uma planta robusta e de fácil cultivo, sendo frequentemente encontrada em jardins e coleções de orquídeas.
  3. Epidendrum rigidum: Esta espécie é nativa da América do Sul e apresenta caules eretos com folhas finas e alongadas. Suas flores são pequenas e em tons de rosa ou roxo, dispostas em uma inflorescência reta. É uma orquídea que aprecia muita luz e é resistente a condições adversas.
  4. Epidendrum fulgens: É uma espécie de origem colombiana com flores brilhantes e vibrantes em tons de laranja, vermelho ou rosa. Seus caules são eretos, e a planta geralmente floresce no final do inverno e início da primavera.
  5. Epidendrum nocturnum: Essa espécie é conhecida por sua fragrância doce e intensa à noite, daí o seu nome “epidendrum noturno”. Suas flores são pequenas e de cor verde ou creme, e a planta tem hábito de crescimento rasteiro, formando densos tapetes.
  6. Epidendrum capricornu: Nativa da América do Sul, apresenta flores em forma de estrela, de cor branca ou creme com detalhes em verde ou rosa. É uma espécie que cresce de forma epífita, agarrando-se a troncos de árvores ou rochas.
  7. Epidendrum difforme: Esta espécie tem flores pequenas e delicadas, em tons de verde, amarelo ou creme. É uma planta de crescimento epífita e é encontrada em áreas úmidas e sombreadas.
  8. Epidendrum campestre: É uma espécie nativa da América do Sul com flores pequenas, mas atraentes, em tons de rosa ou roxo. Cresce de forma terrestre e pode ser encontrada em campos e bordas de florestas.
  9. Epidendrum paniculatum: É uma espécie de crescimento terrestre com flores em tons de rosa, roxo ou branco. Suas flores crescem em inflorescências altas e ramificadas, tornando-a uma planta chamativa.
  10. Epidendrum latilabre: Essa espécie possui flores grandes e vistosas, em cores como rosa, vermelho ou laranja. É uma planta robusta e resistente, que pode ser cultivada tanto em vasos quanto em canteiros de jardim.
  11. Epidendrum ciliare: Originária da América do Sul, esta espécie apresenta flores pequenas e delicadas, em tons de amarelo ou creme. É uma orquídea que cresce de forma epífita e pode ser encontrada em árvores ou rochas.
  12. Epidendrum cristatum: Essa espécie tem flores pequenas e perfumadas, em tons de rosa ou roxo. Suas flores possuem uma aparência delicada e são reunidas em inflorescências ramificadas.
  13. Epidendrum anceps: É uma espécie com flores grandes e vistosas, em cores como rosa, roxo ou branco. Suas flores crescem em inflorescências eretas e ramificadas, tornando-a uma planta exuberante.
Confira:  Cattleya: variedades da espécie, cultivo, características
Epidendrum

Onde comprar mudas e qual preço?

A disponibilidade de mudas de orquídeas Epidendrum pode variar dependendo de sua localização e época do ano. Existem diferentes opções para adquirir mudas dessa espécie:

  1. Lojas especializadas em orquídeas: Procure por floriculturas ou viveiros que sejam especializados em orquídeas. Esses estabelecimentos costumam oferecer uma variedade de espécies de orquídeas, incluindo Epidendrum.
  2. Feiras de orquídeas: Em algumas regiões, são realizadas feiras de orquídeas, onde produtores e colecionadores expõem e vendem suas plantas. Nessas feiras, é possível encontrar uma grande variedade de espécies, incluindo Epidendrum.
  3. Vendas online: Muitos produtores de orquídeas vendem suas mudas através de plataformas online como o Mercado Livre. Você pode encontrar uma ampla variedade de espécies e escolher a que mais lhe agrada.

Quanto aos preços, eles podem variar dependendo da espécie, tamanho da muda e do local onde você está comprando. Em geral, as mudas de orquídeas Epidendrum podem variar de alguns reais até algumas dezenas de reais, dependendo da raridade e do tamanho da planta. É sempre bom comparar os preços em diferentes lugares antes de fazer sua compra.

Lembre-se de que a orquídea é uma planta delicada e requer cuidados especiais para crescer e florescer de forma saudável. Antes de adquirir sua muda, certifique-se de conhecer as necessidades específicas da espécie escolhida e esteja preparado para fornecer os cuidados adequados para garantir seu bom desenvolvimento.

Este artigo foi útil para você? avalie usando as estrelas abaixo, deixe um comentário com sua opinião, compartilhe nas redes socais com amigos e não se esqueça de conferir nossos outros artigos sobre plantas, flores, jardinagens e muito mais.

Confira:  Phalaenopsis: características e tipos (Orquídea borboleta)

Avalie este artigo
Compartilhe nas suas redes sociais!
Edward

Edward

Mais um apaixonado por jardinagem que adora compartilhar conhecimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *